Engenharia e Planejamento Urbano

A área de Engenharia e Planejamento Urbano (URB) privilegia o enfoque tecnológico da questão urbana por meio de duas vertentes: a gestão habitacional e a gestão das cidades. Seus objetivos gerais são desenvolver estudos voltados para a realidade urbana e habitacional da população brasileira e contribuir para a elevação da qualidade de vida nas cidades e para a ampliação do acesso à moradia e aos serviços urbanos de forma sustentável.

Neste link você encontra as pesquisas em desenvolvimento em agosto de 2015

  • Gestão das cidades

    Analisa os modelos de administração sob o ponto de vista tecnológico e ambiental, incorporando, se necessário, aspectos sociais, políticos, econômicos e institucionais, e propõe formas de gestão adequadas ao contexto local, regional e nacional. Além disso, se destina a estabelecer critérios de desempenho das cidades, englobando seus diversos sub-sistemas de infraestrutura, serviços e equipamentos sociais e a análise da legislação urbana e de propostas de sistemas inovadores de controle e gerenciamento. Os principais projetos envolvem as áreas de proteção ambiental, a legislação de uso e ocupação do solo e participação direta das comunidades.

  • Gestão habitacional

    Tem por objetivo melhorar o padrão das moradias e do ambiente urbano, por meio de estudo, análise e proposição de modelos de gestão habitacional adequados ao contexto das cidades brasileiras e de países em desenvolvimento. Entre os vários modelos, destacam-se as diferentes formas de provisão em habitação popular. Os principais projetos envolvem melhoria em assentamentos deteriorados, favelas e cortiços, autoconstrução e mutirão e gestão habitacional propriamente dita.